Blog

FIM DO USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARAS, O QUE MUDA NO VAREJO?

As máscaras contra Covid-19 foram abolidas em diversos estados brasileiros nos últimos dias.

 

Com 73,5% da população brasileira com o 1º ciclo vacinal completo (com duas doses ou dose única)* e a melhora dos números da pandemia no Brasil, diversos Estados e municípios já aboliram o uso obrigatório de máscaras, ao menos em locais abertos. Mas qual o impacto disso no varejo? Mesmo que a pandemia não tenha acabado de vez, já vemos mudanças.

* Números atualizados em 14/03/22 de acordo com o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

 

AUMENTO DO FLUXO DE PESSOAS

Antes veio o isolamento e a abertura apenas dos serviços essenciais. Após essa primeira fase, o comércio reabriu com restrições da sua capacidade. Agora, gradativamente, o varejo vai se normalizando e operando com 100% do espaço, aumentando assim o fluxo de pessoas.

 

ESTABILIZAÇÃO DA PARTE FINANCEIRA

Durante dois anos o comércio teve que lutar para sobreviver, convivendo com a queda nas suas vendas devido ao fechamento temporário e depois a limitação da capacidade nos estabelecimentos. Agora, pouco a pouco, haverá uma progressão nas vendas.

 

“VOLTA DAS DATAS COMEMORATIVAS”

Por um bom tempo elas ficaram de lado, sendo comemoradas “pela metade”, apenas em casa. Logo notaremos que datas como Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais e Natal movimentarão todo o comércio como antigamente, sinal da normalização.



Abrir WhatsApp
Como posso te ajudar?